quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Da insanidade de cada dia

*respira fundo*

eu tô cansada.

Simples assim. Cansada pra valer. Minha cabeça não anda a mesma. Não consigo me lembrar de coisas simples do dia a dia. Do nome das pessoas e das coisas. Esqueço de desligar o fogão. Queimei a caneca de inox que fervo a água para a mamadeira da Andressa.

Tenho acordado na madrugada (nas poucas horas de sono que tenho) para revisar o fogão e o forno, para ver se coloquei a Andressa para dormir mesmo. Para pensar se escovei os dentes, se lembrei de tomar banho, se coloquei o elástico do aparelho. Será que fiz os temas com a Nati?

A falta de sono tá me pegando. Todo mundo me diz, aproveita pra dormir de dia, quando a Andressa dorme. Mas eu sou mãe de duas! Preciso dar atenção pra Natália nesse tempo. Fazemos as tarefas dela, jogamos, vamos pra piscina (é eu entrar na água a Andressa acorda), assistimos TV. Sem contar que a Nati me chama pra tudo, ela fala sem parar e quer me contar tudo que ela vê na tv, todo desenho que ela faz, toda joaninha que ela acha no jardim.

Ando dispersa e desatenta.

Prometo que vou fazer as coisas para as pessoas e esqueço completamente. Meu irmão coitado, que está cuidando dos meus processos fica eternamente esperando os modelos que ele me pede de petições e eu prometo que mando em 10 minutos. Nunca mais me lembro. Se bobear esqueço até que tenho irmão.

Coloquei Bepantol na escova de dentes, o pior, só me dei conta quando coloquei a escova na boca pra começar a escovação.

Hoje me permiti sair de casa sem a Andressa. Fui pro salão refazer o cabelo, mão e pé. Me sentir melhor comigo mesma me pareceu um primeiro passo pra me animar. A Andressa ficou com a minha empregada e rumei com a Nati pra rua. Foi bom mas me arrependi. Não pela Andressa que foi uma fofa e dormiu durante as duas horas que estive fora. Me arrependi porque o tempo ficou apertado pra fazer os temas com a Nati, que cada dia tem mais e mais deveres de casa e ficamos de uma a duas horas por dia fazendo as atividades. E a Andressa chora e eu preciso amamentar e trocar fraldas e fazer dormir e a Nati acaba tendo que esperar, ai aproveita pra fugir, pra ir ver TV... O nosso dia atrasou inteiro e acabei colocando a Natália na cama somente às 22 horas e pulamos a leitura e o estudo da tabuada da noite.

O banho da Andressa saiu somente depois disso e ela já estava num chororô sem fim.

Só consigo pensar que eu precisava de uma semana em um spa, sem marido e sem filhos. Sem cachorro e sem celular. Tá, dois dias eu tava bem feliz.

10 comentários:

val maria; disse...

ando exausta também, mas em menor escala de trabalho que você: monografia + luísa. só isso é o suficiente pra ficar mais desatenta que normalmente sou.

já tentou fazer listas? antes de "deitar", escrever tudo o que precisa ser feito no dia seguinte? pode não parecer muito, mas faz uma diferença danada.

espero que as coisas melhorem.

beijos!

Beta disse...

Ô colega, não fica te cobrando tanto...
E se tu delegasse a tarefa do estudo com a Nati? Só por um tempinho (o paizão será que não ia curtir fazer isso?). Se tu explicar direitinho acho que a tua pré-pré-adolescente entende. E não te culpa por ter dedicado (ínfimas) duas horinhas para ti...isso é super necessário!
E entendo perfeitamente a tua vontade de férias de "tudo". Aliás, duvide-o-dó que exista umazinha mãe HUMANA nesse mundo que nunca sentiu essa vontade, rsrsrs.
Força aí, qq coisa dá um grito virtual!
Bjão

Isabela disse...

Oi Andrea,

Nossa, se para mim que tenho um bebê e um cachorro já me sinto cansada às vezes, imagino você.
E de final de semana, não tem como o marido olhar as meninas e você descansar ?
Dormir eu até consigo dormir bem, mas acho puxado mesmo durante o dia, que além de cuidar da Nina preciso cuidar da casa, roupa e cachorro.

beijão

Lindinha* disse...

Bom dia, Andrea, nossa vc deve estar mesmo exausta, eu que tenho apenas uma bebezinha tem dias que sinto muito cansada, e minha Alice está dormindo a noite todinha, não é fácil cuidar de filhos, tem muita mãe por aí que não dá conta e terceiriza né hihihi
Tenta arrumar um tempo só para vc pelo menos uma vez na semana, o meu é aos sábados pela manhã, durmo um pouco mais e depois vou pro salão cuidar de mim ;)
bjim pra vc e suas bonecas

Anna Carolina Menta disse...

Amiga,ser mãe de 2 não deve ser fácil mesmo.Mas é uma fase que vc está passando, logo consegue colocar as coisas nos eixos e descansar mais. Mas tenta pelomenos no fds dar uma saída sozinha, pra espairecer um pouco...
bjos

Wlady disse...

Andrea, vou ser sincera, por experiência: esquece sossego ou tranquilidade tão cedo. Tente se adaptar da melhor forma quanto à correria e não sofra pelo que esqueceu ou não deu tempo de fazer (exluindo o que possa prejudicar as meninas).
grande bjk

Anônimo disse...

Bom...sei o que estas passando. Pede socorro!!!! Não seja orgulhosa!!! Deixa a bebê com a tua mãe e da atenção necessaria para maior.

Andrea Nunes disse...

val, obrigada querida, espiei tua princesa e ela está linda, ficando a tua cara! eu sou a rainha das listas furadas, faço listas e mais listas e não tenho conseguido seguir nenhuma! :o)

Beta, não tenho como dar esse encargo ao marido, ele, junto com meu irmão tem segurado a onda do escritório sozinhos, marido ainda acumula supermercado, pagamento de contas, administrar pagamentos e contas bancárias, vive cheio de audiências, tu sabe a pressão que advogar é... o pobre chega em casa depois das 19 hs e com o celular ainda tocando sem parar. Definitivamente as crianças são comigo, preciso dar conta disso.
E a culpa por ontem passou, já arrumei uma culpa nova pra colocar no lugar!!!!!!!!! :o) Ah, nós mães né!
beijoca

Isa, sabe que depois do teu comentário fiquei pensando e acho que este é um ponto que tenho errado, finais de semana eu devia ficar em casa e descansar, já que o marido tá em casa pra ajudar, mas aí a doida aqui, que passa a semana em casa quer ir pra rua, arrumo mil programações para todos finais de semana. Vou me policiar quanto a isso e tentar seguir teu conselho.
bj

Lindinha, tempo pra gente é fundamental, preciso arrumar um esquema desses teus pra mim urgente, tô pensando em fazer pilates e deixar a pequena com a empregada nessa horinha. Veremos se vou conseguir.

Anna, o lado bom de ser mãe de duas é que o desespero passa rápido, porque a gente sabe que é uma fase, já vivemos isso antes :o)

Wlady, muito sábia você! Minha pouca experiência como mãe de duas tem me dito isso, não vai ter muito jeito por enquanto, podemos até criar esquemas, mas tranquilidade mesmo, acho que só quando elas casarem! :o)

Anônimo, pedir socorro é tãooooooo dificil para mim, mas tenho tentado exercitar isso. Valeu viu!

Andrea Nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Graziele Mello disse...

Ai prima.. não fica assim.... sei que cansa.. mas logo logo a andressa já tah maiorzinha neh.. bjoo amoo vc!!