sábado, 10 de dezembro de 2011

Resultado do sorteio - Girafa Sophie!!!!

Então queridas que já temos o resultado do sorteio e a ganhadora foi........................
.



.





o sorteio teve direito até a videocassetada!!!




video

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Sorteio

As inscrições estão encerradas e hoje a tarde eu posto o resultado. Claaaaaaaaaaro que a Natália quer sortear né, ela está achando o máximo isso. Volto em breve!

Boa sorte amigas!

sábado, 26 de novembro de 2011

Ser mãe de duas e a culpa...

que corrói a gente depois de, ter levado mais de hora trancada no quarto fazendo a pequena dormir e quando enfim consegue, se depara com esse desenho embaixo da porta do quarto...


Fiquei só imaginando o tempo que ela levou pra desistir do beijo de boa noite...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Sorteio de Natal!

Então que estou tão feliz com tanta amiga querida do blog aparecendo no face que fiquei pensando em um jeito de compartilhar essa alegria com vocês. Porque eu sei que ando relapsa com o blog, e que raramente tenho comentado nos blogs amigos. Eu leio... mas não tem dado tempo mesmo!

A vida de mãe de duas me pegou, e ainda tem o escritório, casa, marido... e o projeto novo da loja virtual de roupas importadas para nossos babys...

Eu ia fazer um sorteio entre as clientes amadas e amigas, mas pensei, pensei, pensei e decidi que não, que quero retribuir o carinho de tanto tempo, a torcida, as risadas, os comentários fofos, as trocas, e até a tristeza que vocês me ajudaram sempre a superar... e vou fazer um sorteio no dia 08/12 entre vocês, minhas leitoras queridas de muito ou poco tempo, e não precisa comprar nada não! Pra concorrer basta me adicionar no face, neste link AQUI e deixar um comentário aqui neste post dizendo, Add (nome que usa no face) e endereço de email. Quem já me adicionou participa também, mas tem que deixar o comentário, porque eu sou uma pessoa pós parto cof, cof, cof e totalmente desmemoriada!

Só vale pessoas com endereço no Brasil e o envio do presentinho vai ser por minha conta também. Se a pessoa sorteada não responder ao email, o face ou o sinal de fumaça em 48hs vou fazer um novo sorteio.

E o presentinho vai ser.............................

A girafa mais famosa dos últimos tempos! A Sophie!!!

E quem é essa girafa mais famosa que a girafa do Galinhas Pintadinhas 2?

Ela é, além de um brinquedo bonitinho o mordedor sensação do momento e por isso não sai das mãos e da boca dos baixinhos!

E por que a Sophie anda fazendo tanto sucesso? Por que ela é do tamanho e peso ideal para ser carregada por bebês, inclusive os menores, é super macia, feita com material atóxico e tinta comestível. Além disso suas perninhas são longas que permitem alcançar inclusive as gengivas do fundinho da boca do bebê, onde se encontram os malvados dentinnhos molares, que tanto incomodam nossos pequenos!!!

Então é isso, corre lá no Facebook e me adiciona, e me deixa um recadinho de amor, e diz como minhas filhas são lindas e cutes e fofas. :)  #mãebestamodeonativar!

* ah Andrea mas eu não tenho filhos, ou tenho filhos grandes (nati me mata se eu chego com uma Sophie dessas pra ela), pode concorrer também vai... Poxa amiga, pensa naquela amiga querida, na primairmãtia que tem um baby, tu vai arrasar no presentinho de Natal!!! Prometo que envio correndo pra chegar a tempo!

* Parentes até terceiro grau estão proibidos de concorrer viu família! Rá, eu sempre soube que vocês me vigiavam!!!




terça-feira, 8 de novembro de 2011

E começou a falação...

Com um aninho já dá pra sacar que eu vou ter outra papagaia em casa. Andressa fala o tempo todo, exatamente como a Natália sempre foi e continua sendo. Agora vão ser duas falando na minha cabeça dia e noite, porque sim, a Natinha amada fala dormindo também! :o)

*nota mental: aprimorar minha técnica de desligamento de cérebro!!

Mas vamos a fofurice né.

mamã = mamãe
bapa = papai
ãããna = mana
eti = nati
uoô = vovô (esse ela chama dia e noite, é loucamente apaixonada pelo meu pai)
uá = au au
nenê = nenêm
dê? = cadê?

Dê o carrinho de feira da mamãe que estava lá na garagem?
A nenê e o uoô estão fazendo arte com ele!!!!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Promoção 5% de desconto para leitoras do blog!!! Como funciona?

Então, que ontem recebi alguns emails de queridas leitoras perguntando como funciona a compra das roupinhas. É bem simples gente, tu escolhe o modelo e tamanho que quer (posso medir pra você se certificar das medidas), me passa teu cep. nos comentários ou por email - defensora@terra.com.br - eu calculo o frete, tu faz o depósito em conta e eu te envio no mesmo dia se confirmar o depósito até o meio dia e no dia seguinte se o depósito for confirmado na parte da tarde. E o legal é que tu pode conferir por onde anda teu pacotinho, já que vou te passar o código de rastreio e tu irá saber até quando o carteiro está indo pra tua casa!!!

Pra comemorar o tantão de leitoras queridas que me enviaram email, me adicionaram no face, deixaram recadinho, tô fazendo uma promoção de 5% de desconto pra leitoras do blog, basta citar que nos acompanha aqui pelo Segunda Versão que o descontinho tá garantido!

Já tenho muita coisa linda estocada e mais 120 peças chegando! Tem vestidos lindos, conjuntinhos, kit de bodys da Carter´s... e tem sim pra menino também...

Lembrando que são poucas unidades de cada modelo...

Olha o que temos pra hoje!

* Conjunto Maiô e Saia Importados. Tam. 12M e 2T disponíveis
R$ 48,00

* Biquini Azul Importado. Tam. 18M e 2T. 
R$ 33,00

* Conjunto Maiô e Saia Importado. Tam. 18M
R$ 48,00

* Sandália Importada Arizona. Tam. 5 Americano, 20 no Brasil.
R$ 55,00


Então agora eu vou ali curtir minhas fofinhas e aproveitar esse dia ensolarado de feriadinho!!!


terça-feira, 1 de novembro de 2011

Roupas pra deixar as filhotas lindas!

Então que eu não sei ficar quieta e depois reclamo que vivo atormentada pela falta de tempo. Mas empolguei tanto com as roupinhas, gosto tanto de comprar, me divirto montando os looks pra deixar as meninas estilosas e confortáveis.

Estou com um estoque razoável e é incrível como mãe gasta com filho né?! A louca não sou só eu não! A verdade que não quer calar é que a gente deixa de gastar com a gente porque poder brincar de boneca(o) de novo, agora com os filhos, é uma delícia!

Não vou prometer colocar tudo que tenho por aqui, porque não dá, estou mantendo tudo no face, montando o orkut, onde já te algumas coisinhas.

Estou priorizando a variedade, então são sempre poucas peças de cada modelo. Tem que ser rápida porque logo acaba, e como vem tudo dos EUA nem sempre consigo repor novamente a mesma peça.

* Conjunto Gymboree 2T. Blusa + Legging R$ 68,00
Presilha de cabelo (vendida separadamente) R$ 18,00


* Short Jeans Gymboree 3a6M -R$ 38,00


* Vestido 6M e 9M - R$ 55,00


* Vestido Jeans 18M - R$ 79,00


* Conjunto Joaninha 6a12M e 12a18M - R$ 61,00


* Blusa 5T - R$ 36,00

*Vestido 24M - R$ 65,00

* Vestido 3a6M - R$ 62,00

* costas do vestido.

Tem muito mais coisa pronta entrega e outras tantas viajando :)

Já me adicionou no Facebook? Não? Então clica AQUI
Já me adicionou no Orkut? Não? Então clica AQUI

* Recebi maiôs e biquinis lindos! Se conseguir volto para postar...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Motivo da minha ausência... Novo projeto!

Então que eu sou aquele tipo de pessoa que faz tudoaomesmotempoagora!

Meu novo projeto é trabalhar com vendas de roupas de crianças importadas. Uni o útil ao agradável já que adoro comprar e amo procurar coisinhas diferentes para vestir os babys...

A coisas tem tomado uma proporção bem maior e mais rápida do que imaginei e isso está me tomando muito tempo, mas sabe, estou adorando!

Por enquanto os produtos estão apenas no Facebook, mas já estou programando uma outra ferramenta também.

Tem tanta coisa linda que tenho certeza que vocês vão amar. E tudo com aquele precinho amigo.

Vou mostrar só um pouquinho:







Facebook da Andrea Nunes - Me adicionem!

domingo, 16 de outubro de 2011

Não basta ser mãe...

adivinhem onde eu estava na segunda passada!











Simmmmmmmmmmmmm,
Show do lindo Justin Bieber!!!!!!


Agora pensem em uma menina de 8 anos chorando DE SES PE RA DA MEN TE!

então...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A festa de 1 ano das minha princesas...

Andressa e Gabriela nasceram com 21 dias de diferença. Minha segunda filha e minha primeira sobrinha/afilhada.

Sempre brinco que elas são primas gêmeas. Duas bebezinhas lindas e completamente diferentes.

Andressa é bêbe, minha baixinha, gordinha e calminha. Começou a gatinhar esta semana, com 1 ano, só caminha se segurando e sai da posição deitada para a sentada sem apoio de móveis tem dois dias. Fala, resmunga, grita e canta sem parar o dia inteiro.

Gabizinha já nasceu criança, é alta, magra e nunca pareceu um bebezinho. Com 3 meses se sacudia tanto no carrinho que parecia que queria sair correndo. E queria. Caminhou com 9 meses. Tem uma desenvoltura para pegar as coisas, ir aonde quer e caminhar sem parar que parece que tem dois anos. Praticamente não fala.

Amo as duas de paixão e morro de saudades da Gabi que mora em outra cidade. Nunca passamos um mês sem nos vermos.

Pensando na festa de um ano delas, minha irmã decidiu que faria a festa da Gabi por aqui, já que a família e a maioria dos amigos é daqui. Começamos a visitar as casas de festas e escolhi uma que minha irmã acabou gostando também. Sabádos todos lotados até o final do ano e nos sobrava um domingo, dia 25 de setembro. Decidimos fazer a festa juntas e o lugar escolhido não poderia ter sido melhor, a Zoar Kids e Eventos, o lugar foi perfeito para o nosso número de convidados e o tendimento da equipe deles foi impecável.
Como festa que eu não faço pelo menos algumas coisinhas da decoração para mim não é festa, já comecei a planejar o que faria.

Como tema da festa decidimos fazer um jardim encantado, que atualmente o povo chama de piquenique, já que nesta idade as crianças não tem um personagem preferido.

Primeira idéia foi os enfeites de mesa reciclando latas de leite. E ficou simples mas muito bonitinho. Lata + fita + flor + tag e o resultado:

Depois pensei nos potinhos de papinha. Não uso muita papinha, então não dava para ser como lembrancinhas, já que teríamos muitos convidados, mas eu fazia questão de usá-las. Então tive a idéia de balas + gelatina + salada de frutas + rótulos personalizados e o resultado:



Depois disso, a Grazi, do Arte Digital, bolou as tags, os rótulos de bis, os adesivos para os potinhos e as lembrancinhas, que foram bisnagas de brigadeiro, balinhas e marcador de livro.

Optamos por não encher a mesa dos bolos de muitas guloseimas porque está foi minha nona festa de aniversário de criança, 8 da Nati e essa da Dessa e da Gabi e sei que mesa do parabéns, que é onde a gente pretende tirar a maioria das fotos onde criança não possa mexer e cheia de tentações não funciona! E vamos combinar que é uma tortura para os bichinhos né. Nunca esqueço de um aniversário que fui e só serviram salgadinhos, os doces ficavam todos na mesa do parabéns que só podia ser mexida depois do tal parabéns que rolou depois de duas horas de festa! O que tinha de criança choramingando pelos cantos querendo um brigadeiro... tortura...
Então muitos bichinhos, os bolos, alguns doces, bis, bolos e mini cupcakes na mesa principal e doces salgados, balinhas, gelatina e salada de frutas a vontade na bancada e na mesa dos convidados.
Mesmo tendo contratado a casa de festa e uma empresa de decoração que confio muito não abri mão de ver a montagem dos detalhes de perto e fiquei das 9 horas até ás 13 horas vendo cada detalhe, depois corri em casa arrumei as pitocas, me arrumei e fomos para a festa.

Tudo lindo, me emocionei muito e só me estressei um bocado com o atraso da entrega dos bolos, que estava marcado para 11 da manhã e só chegaram depois da festa ter começado, mas resolvido este detalhe pude aproveitar cada minutinho com meus amores, amigos e família.

As meninas aproveitaram muito, ficaram acordadas o tempo todo, brincaram, foram no colo de todo mundo.

Foi um dia feliz perto das pessoas que amamos e que nos amam para comemorar um ano de vida dessas coisinhas lindas que só enchem nossas vidas de mais alegria e amor. Nada no mundo é mais importante que isso!


Um ano passou tão ligeiro... Que sejam mais muitos anos e que o relógio da vida não ande tão depressa!


quarta-feira, 21 de setembro de 2011

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Um aninho. 16 de setembro de 2011.

*fazendo cara de bichinho!


Filha, um ano se passou. A mamãe já começou a escrever esse post tem 4 dias. Eu começo a chorar filha, e as palavras não saem, as idéias se embaralham e eu deixo para depois. Tenho revivido os últimos dias antes do teu parto de uma forma muito intensa. E choro filha. De saudade e de felicidade!
É muito amor, que transborda em mim em forma de lágrimas. E eu sou durona filha, tu sabe. A mamãe raramente chora, mas tu e tua irmã me fazem virar uma manteiga derretida. Boba e chorona.

Eu te desejei tanto filha, mas tanto, que tu nem imagina. E demorou né filha, para a mamãe e o papai te deixarem vir. Mas sabe filha, eu nunca tive dúvida de que te queria sim, mas eu queria me organizar, me preparar para ser uma boa mãe. Não abria mão de ter tempo para ti, de passar 6 meses em casa contigo. Fazia questão de ser uma mãe desestressada. Queria estar focada apenas na nossa família. Na linda família que estamos construindo. De poder estar pertinho, vendo cada momento tão importante da tua adaptação com esse mundo aqui fora.

E louca que eu era, cheguei a duvidar de que eu pudesse te amar com a mesma intensidade que eu amo a tua irmã. Coisas de mãe de filha única. Tola eu. Eu te amei desde sempre, com a mesma intensidade, com a mesma paixão. Vocês duas são a minha vida. Mas eu sou muito mais feliz hoje, e isso filha é porque eu te tenho.

Tu é uma menininha muito boazinha. Uma bebê fofa que quase não dá trabalho. Só não gosta de dormir sozinha né filha. E as noites da mamãe não andam aquela maravilha, mas não tem problema. A vantagem de tu ser a segundinha é que a mamãe já sabe que essa é só mais uma fase e que passa. Mais um tempo tu vai estar querendo dormir na casa das amigas!

Um ano filha! E nessas últimas duas semanas tu teve um pico de crescimento muito significativo. Tu quer ganhar o mundo! Se arrasta pela casa toda, ensaia umas gatinhadas e está louca para caminhar. Mas ainda te falta uma firmeza nas pernas e uma confiança maior. Mas não tem pressa não filha, a mamãe está aqui pertinho para te dar a mão. Aliás, peço a Deus que me permita estar aqui por muito tempo ainda, para poder te dar minha mão sempre que tu precisares.

Prometo filha, que ando tentando controlar a minha vontade de que o relógio da vida pare para que tu não cresça tão rápido. Mas sei que essa vontade é a consequência da felicidade que sinto, do receio de que esses momentos felizes todos acabem. Porque é tão bom te ter meu bebê!

Com um ano tu é uma bebezinha gordinha e comilona. Come de tudo, coisas saudáveis claro! Não gosta de abacate. De resto come todas as frutas, verduras e legumes que a mamãe faz questão de preparar para ti, da forma mais variada possível.

É louca pela tua irmã, mas tem muito ciúmes dela com a mamãe, o papai e o vovô Tarso. Adora passear de motoca e de carrinho. Ama de paixão o nosso cachorro, o Cliford, a quem tu chama de "Qui". Se ele não vem pra perto de ti tu reclama muito, e do teu jeitinho briga muito com ele.

Já chama a mamãe, e eu virei a mamama. E assim tu passa o dia inteiro me chamando.

Aliás, tu fala sabe filha. Tem muitos diálogos conosco, do teu jeitinho. É muito engraçado ver tu "conversando" com teus ah, da, ma! E tu é tão convicta no que tu "fala" que temos certeza que tu acredita que estamos te entendendo. E nós rimos muito contigo.

Obrigada filha por encher nossa vida com tanta felicidade!

Te amo minha princesa, para sempre!
Mamãe.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Um ano da minha fofinha amada...

e a pessoa consegue estar feliz? Não, a pessoa só chora e chora e chora e chora... desde que acordou às 6 horas da manhã.

E a pessoa chora de doida que é?

Não, a pessoa chora porque queria fazer um post com fotos da Andressa mês a mês, e aí lembra desse dia maldito AQUI e que eu não tenhos as fotos, que não sobraram praticamente fotos do nascimento e primeiros meses de vida da minha filha.

Agora me diz, tem como uma mãe não sofre por perder as fotos do parto da filha?

*marido prometeu que segunda vai na delegacia de novo e de novo e de novo e de novo... (como se fosse possível recuperar os notes né)

Prometo até o final do dia fazer um post decente. Agora não dá mesmo!

* Alguém sabe se é possível fazer fotos de boa qualidade de um vídeo?

terça-feira, 13 de setembro de 2011

a gente sabe que está ficando velha e ultrapassada quando...

- mãe tu sabe o fulano (tava no meu momento cérebro desligado no momento) do Restart?
- não, eu só conheço o peludo, o pelanca e o pelado.
- ai, como tu tá engraçadinha mãe.
- mas e não é esses os nomes deles?
- claaaaaaaro que não mãe, é Thomas, Koba, Pe Lu e Le Panza!
- então, foi justamente isso que eu falei, a língua do P quase todinha.
- lingua do p?

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Conjunto de Body CARTERS

Conjunto de Body CARTERS - USADO - Tam. 6M
R$ 25,00 + frete

Vestido CARTERS.

                                           * frente
                                           * verso.

Vestido CARTERS - USADO 2 vezes - Tam. 6M.
R$ 40,00 + frete.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Praticando o desapego...

Que eu sou louca por uma comprinha todo mundo sabe. Que eu adoro ser mãe de menina e brincar de boneca, vestindo, enfeitando e peruandoasmininastudo também. Então que a Dressinha é minha última filha e eu viajei bastante quando estava grávida e comprei e continuo comprando muita roupa para ela. Adoro e sei que logo, logo, ela vai estar da idade da Naty e fazendo suas próprias escolhas para se vestir. Eu e a Natália vivemos em guerra nesta questão. Aí com a Andressa eu abuso, compro mesmo, peruo a guria total e geral. Me esbaldo nas roupas e nos acessórios que adoro.

E o resultado são dezenas de peças de roupa novinhas que deixam de servir, algumas sem uso e com etiquetas. Todas lindas de viver e a maioria importadas. Me vi guardando isso tudo para sabe-se lá quando meu irmão e cunhada resolverem engravidar e SE for menina. Aí eu, participando de um Brechó do Facebook resolvi praticar o desapego e colocar tudo a venda.

Confesso que doeu colocar na caixinha o primeiro vestido lindo dela e entregar no correio. Mas mais triste eu ia ficar quando fosse mexer nas roupas guardadas e descobrisse tudo amarelado e mofado.

Tem facebook? Clica AQUI para ver o que tenho disponível.

Não tem? Vou ver se faço uma tag por aqui, mas não prometo, porque a vida anda corrida, corrida.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Mãe, esse ser muito do esquisito.



A pessoa passa três longos meses se lamentando da vida com qualquer pobre alma que resolva pessar por perto.
Que não, a filha aquela, não dorme mais a noite toda, que não sabe o que aconteceu, que anda cansada, cansada. Que não tem corretivo que chegue. Que sim, está muito, muito frio para passar a madrugada inteira levantando, que a pobre mãe injustiçada arrumou até uma cistite porque levanta descalça no porcelanato frio, saindo da cama quente. Que lá fora faz zero graus. Que mães cujos filhos não dormem direito deveriam ser proibidas de levantarem da cama antes das 10 horas da manhã, para o bem da humanidade e, principalmente de quem é obrigado a conviver com o humor depois. Que a bebezinha bonitinha e gordinha que dormia a noite toda foi abduzida. Ou foi macumba! Só pode ter sido olho gordo dessasmãestudoinvejosaqueosbebêsnãodormem. Que ela era um amooooooooooooooooooooor que virava para o lado e dormia, dormia, dormia, feito um anjinho roliço. Que sim, só pode ser o tal terror noturno (oi?), porque a guria grita. Que sim, eu sou uma mãe horrível que tenho pensamentos, passageiros prestenção! de enfiar um lexotan goela abaixo, máscara nos olhos e tampão nos ouvidos e deixar o mundo se explodir. Mundo, os seres que habitam essa casa, leia-se o marido, as duas filhas e o cachorro, e dormir feito um anjo (roliço, claro! abafa!)

Aí a guria não acorda. A guria simplesmente dorme e dorme e dorme. E a mãe aproveita e tem uma noite de sono reconstrutora?


Claaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaro que não, a idiota da mãe passa a noite acordando e indo ver porque diabos a guria tá dormindo tanto!

sábado, 3 de setembro de 2011

Vendo

NOVO, com etiqueta. 18M. Importado, marca Arizona.

A Andressa está gordinha, serve bem nela agora e até o verão não vai servir.




quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Porque, claro, não basta ser pai, tem que se f. no show do Restart







E ainda levar asmigastudojunto, e caçar o tio da guaraná e do cachorro-quente, e passar um domingo inteirinho entre filas, espera, bandas piores que o Restart (oi?) e para terminar bem a noite (que começou era dia ainda) ouvir as estrelas em questão e ver suas cuecas expostas. Aliás, as mães de meninos podem me explicar por que Jesuis esses meninos usam as calças nos joelhos?

Porque tem coisas que só um pai faz por você! A mamãe aqui, tá BEM FORA!



domingo, 28 de agosto de 2011

Minha amada há um ano conosco!

Porque amor de dinda é igual a amor de mãe!!!

Dia 25 de agosto de 2010 a dinda estava aqui, barriguda, com a Andressa quase nascendo, e ansiosa pelo teu nascimento. Tua mãe resolveu esperar tu querer nascer, e parecia que nunca tu ia querer sair da barriga e vir nos conhecer. Uma bebezinha, que dentro da barriga da mamãe estava calminha, acumulando energia pra gastar aqui fora né? A dinda não pode sair correndo de madrugada para ir te ver nascer, era longe e a pressão da dinda não andava das melhores.

Mas não dormi um minuto sequer aquela noite, ansiosa demais pelo teu nascimento e pendurada no telefone com a vovó e o vovô querendo saber cada detalhe dos acontecimentos. Assim que o dia amanheceu a dinda foi em uma consulta com a médica dela para ela autorizar a ida para te visitar. Prometi me comportar porque não iria suportar ficar mais tempo sem te ter nos meus braços.

E tu era tão linda, tão pretinha e cabeluda! Uma fofa que estávamos esperando com muita ansiedade e amor de sobra para te dar.

Minha princesa, tu está te tornando uma bebezinha cada dia mais linda. A foguetinha da dinda que não para um minuto, que quer descobrir o mundo. Só te desejo o melhor desse mundo e saiba que sempre, sempre vai poder contar com a dinda para tudo.

Te amo linda Gabriela!




* Fizemos uma festinha surpresa para ela, para a data não passar em branco, que o festerê mesmo vem a seguir...

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

E o terceiro filho?

Ontem, depois de uma revisão na ginecologista:

- amor, a Ana disse que se queremos mais um bebê hoje é o dia, estou ovulando
silêncio
- vamos?
- onde?
- ter o terceiro ué, ou melhor, a terceirinha! não é isso que tu tá me propondo?




depois de 5 minutos de silêncio:





- pensando melhor, duas tá bom né?!

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

e algumas pessoas perguntam como estamos...

e fico sem saber o que falar, de verdade.

não posso dizer que estamos bem, porque seria uma mentira muito descarada. ninguém fica bem depois de passar pelo que passamos.

duas semanas hoje.

acordar e já ligar a televisão para ver as câmeras, para confirmar se a empresa de segurança chegou, não é das coisas mais agradáveis do meu dia.

andar em um carro que não é meu (deus abençoe a minha amada mãe que nos emprestou o carro dela direto e nem nos pergunta quando vamos devolver), usar um computador sem meus arquivos, ter medo de entrar e sair de casa, me sentir invadida com aquele homem armado na porta de casa definitivamente não é meu ideal de vida.

sabe, eu sempre acreditei que coisas ruins só aconteciam com pessoas ruins, e o que passamos foi muito, muito ruim, sem que eu encontre um porque disso tudo comigo. é, talvez eu esteja com pena de mim mesma. talvez.

sei que as pessoas me falam: ah andrea, mas vocês estão bem e isso que importa. é claro que isso é verdade, e talvez me agarrar a isso é o que me faz levantar da cama todos os dias. mas dá uma tristeza muito grande tudo isso. sofremos sim uma violência muito grande, porque, discordando do policial que me disse doutora eles não foram violentos e isso é ótimo, eu me sinto violentada, porque ter bandidos dentro da tua casa, dentro do teu quarto, em contato com tuas filhas, com uma arma apontada para o teu marido e que ainda te leva as coisas que tu levou anos e anos para adquirir é uma violência sim.

agora me digam como um carro simplesmente some no mundo? não, não estamos falando do meu relógio que cabe em qualquer cantinho, estamos falando de um carro enorme!

sim, é claro que eu tenho seguro, mas não é por isso que vou achar bom meu carro sumir. e sim, eu já ouvi isso, que foi ótimo terem roubado, porque o seguro vale mais do que o valor que iria vender o carro. quem falou que eu queria vender? compramos o carro tinha menos de um ano.

ah, e ninguém vai responder por isso né. o que esperam de nós é que a gente simplesmente agradeça por não ter levado um tiro e esqueça. até a próxima vez quando o tiro pode vir junto. é isso? me desculpe, mas ainda não dá para mim. eu não esqueço.

não fico falando. porque claro que as pessoas não querem ouvir. na primeira semana eu ouvi: deu, passou, para um pouco de pensar nisso, tu tá neurótica.

então é assim: eu sou assaltada, tenho a minha casa invadida, minha vida e de quem eu amo ameaçada, minhas coisas, que eu adorava, que eu escolhi, que ganhei em datas especiais, levadas embora e não posso nem ficar neurótica.

estamos tocando a vida que é a alternativa que temos.

é duro lidar com essa insegurança, sabe.

se eu pudesse eu ia embora desse País. para nunca mais pular de susto porque um amigo vem bater no vidro do carro para me cumprimentar.

eu queria a minha vida de volta. a minha alegria de volta.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

A saga da secretária IV

Como desgraça pouca é bobagem a secretária pediu demissão.

Sei que ela foi para um emprego melhor e com mais futuro para ela, e por isso fiquei feliz e dei toda força, mas aja saco para começar tudo de novo.

Só de lembrar o que passei Aqui, aqui e aqui, tenho calafrios.

Claro que já choraminguei no ouvido da minha mãe e ela veio para cá nos dar uma força.

A situação atual é a seguinte:

- sem carro
- sem relógio
- sem alguns documentos
- sem pasta para o note
- sem o casaco de lã preferido
- sem algumas jóias
- sem as fotos do parto e dos primeiros meses de vida da Andressa
- sem meus modelos de trabalho dos últimos tempos
- sem meu note com todas as minhas coisas
- sem secretária
- sem dinheiro

tá mole ou quer mais?

update: acabo de ser alertada pela minha sogra, que é uma das pessoas mais sensatas que eu conheço, e que veio passar uns dias conosco, que vou precisar dar uns dias para a empregada se recuperar do assalto, segundo a sogra ela está muito nervosa e estressada, precisando de uns dias...

Aí a pessoa faz o que?

A - (   ) senta e chora
B - (   ) come uma barra de chocolate sozinha
C - (   ) pede pra fazer a passagem que essa vida já deu
D - (   ) se faz de surda, muda, cega e finge que nem tá vendo o óbvio
E - (   ) todas as alternativas anteriores

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Quando o sol bater, na janela do teu quarto

Quando o sol bater na janela do teu quarto
Lembra e vê que o caminho é um só.

Por que esperar se podemos começar tudo de novo
Agora mesmo
A humanidade é desumana
Mas ainda temos chance
O Sol nasce pra todos
Só não sabe quem não quer.

Quando o sol bater na janela do teu quarto
Lembra e vê que o caminho é um só.

Até bem pouco tempo atrás
Poderíamos mudar o mundo
Quem roubou nossa coragem?
Tudo é dor
E toda dor vem do desejo
de não sentirmos dor.

Quando o sol bater na janela do teu quarto
Lembra e vê que o caminho é um só.

Renato Russo



Porque nós estamos juntos e ninguém roubou nossa coragem!!!




quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Ainda estou muito triste

já me desesperei, passei dois dias sem comer nada, já chorei litros de lágrimas, já tive tanta raiva que esmurrei uma parede por uns dois minutos, já me tranquei em casa e não quis sair nunca mais,ando na rua e me assusto com qualquer pessoa que chegue perto demais de mim e agora estou triste, mas triste de verdade.

Não fui arrumar o cabelo, nem fazer as unhas, nem me animo para me arrumar para ir trabalhar.

Uma sensação de - por que comigo Deus? - eu não merecia, nunca fiz mal pra ninguém - por que minhas filhas tinham que passar por isso? -  por que com a gente?

Mas ninguém merece. Se eu tivesse inimigos, nem a eles desejaria o que passamos.

Temos pensando muito no que fazer e como fazer, mas sabemos que não é hora de tomar grandes decisões. A única certeza que tenho é de que não vou sair da minha casa, lutamos muito pra conseguir construir cada pedacinho do que tem aqui, acompanhei a colocação de cada tijolo, cada telha. E nada do que tem aqui caiu do céu, é fruto do trabalho meu e do marido. Não posso permitir que eles nos tirem isso também, eles já nos tiraram muito. Não vou ser feliz vendo minhas filhas crescerem trancadas em um apartamento. Eu preciso de sol, eu preciso de espaço.

Obrigada mesmo, por tanto carinho, tantas vibrações positivas, orações e a torcida pela gente.

Sintam-se cada um de vocês abraçados e beijados.

Nunca vou ter como agradecer tanto carinho, da minha família, da família do marido, de alguns amigos e de cada um de vocês que me acompanham por aqui.

E um agradecimento especial a minha amiga Indi, que chegou aqui quase antes da polícia, me emprestou o micro pessoal dela para eu poder trabalhar e ainda me deixou copiar TODOS os modelos dela de petições. Nesse mundo egoísta e esquisito que vivemos hoje, ter alguém como ela por perto é um presente. E não é atoa que Natinha ama ela de paixão.

Porque amigo pra rir e fazer festa a gente tem um monte, mas pra pegar junto na hora que a vida da gente tá uma merda é raro viu.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

me levaram horrores, mas eu tenho o que eles nunca vão conseguir ter

- mãe eu tenho um presente para ti e para o pai
- mesmo filha? estou louca para ver
* e ela vem com uma capa de computador com algumas coisas dentro
- o teu note filha?
- é mãe, eu vou dar para ti e para o pai, eu sei que esse é o teu velho que tem umas coisas estragadas, mas vai dar para vocês trabalharem mãe, e eu não preciso
- obrigada filha, vai ser muito bom mesmo eu e o pai podermos trabalhar amanhã
- olha direito mãe, tem mais coisas
- que dinheiro é esse Nati?
- é a minha mesada que eu estava juntando mãe, mas pode ficar para ti e para o pai para ajudar vocês a comprarem as coisas que o ladrão levou.
- e mãe, não precisa mais me dar mesada tá, eu não preciso mãe, eu nem gosto tanto assim de dinheiro e vocês me dão o que eu preciso

* como uma mãe para de chorar nessa hora?

domingo, 7 de agosto de 2011

Quinta-Feira, dia 04 de agosto de 2011. E o estresse pós traumático...

05:45 am - Andressa está dormindo na minha cama comigo e com o marido, está doente de novo. Geme um pouquinho e resolvo ver a temperatura. 38,3º. Dou medicação e fico observando.
06:00 am - Marido acorda, faz um carinho na bebê, conversamos um pouquinho e ele vai se arrumar.
06:30 am - Marido chama a Natália e a ajuda a se vestir no quarto dela. Os dois vem me chamar.
Decido ir para o escritório mais tarde porque queria esperar a Andressa estar melhor. Marido me diz para ficar em casa e eu digo que não posso. Tenho prazos para fazer.
07:10 am - Os dois vem se despedir de mim. Escuto dois "eu te amo" que sempre fazem meu dia mais feliz. Fico pensando na organização do dia, na manifestação sobre uma perícia que preciso fazer. Nos horários das audiências do marido.

...

Escuto a porta do corredor abrindo e percebo que não é o jeito da empregada abrir a porta. Ela sempre abre bem devagar para não acordar a Andressa.
Penso que marido esqueceu alguma coisa.
A porta do meu quarto é aberta e eu vejo a pior cena que já vi na vida, junto com as palavras que não me saem da cabeça.

"- Déia, estamos sendo assaltados."

Eu só vi a arma. Aquela arma apontada para as pessoas que mais amo na vida. Nossas vidas ali, nas mãos daquele vagabundo. Mãos que tremiam e nos ameaçavam. A arma estava na cabeça do Ario.
Vi no rosto do meu marido a tristeza por ter sido obrigado a fazer aquilo. Ele me pedia perdão com os olhos.

Medo.

Pulei da cama e pensei: Fica calma Andrea. Fica muito calma. Te controla.
Peguei a Nati e trouxe para perto de mim. Perguntei ao desgraçado se podia deixar as meninas no meu quarto. Ele prontamente concorda e diz: sim moça, coloca as crianças aí, não quero que elas vejam armas.
Idiota, elas estavam vendo a arma apontada para a cabeça do pai delas!
Vivemos nosso pior pesadelo. São minutos que pareceram horas. Eu tive tanto medo, tanto medo de ele atirar no Ario. A arma tremia na mão dele. Tive medo do Ario reagir, eu via o ódio nos olhos dele. Pensava rápido demais. Precisava saber o que dizer, como agir. Em um segundo nossas vidas poderiam estar destruídas para sempre. Eu queria que ele fosse embora. Pensava no que eu precisava fazer para que ele fosse embora.

Parecia que eu estava em um pesadelo e que, por mais que tentasse não conseguia acordar.

Mantivemos a calma. Eu e o Ario negociamos com ele o tempo todo. A empregada, que estava sendo aguardada pelo outro bandido, na esquina de casa, se descontrolou e levou uns empurrões.  Eles chegaram depois. A Natinha não parava no quarto, queria negociar com o bandido também, ficava oferecendo as coisas junto comigo. Ouviu um "fica quieta guria". Sangue do marido ferveu. Percebia a raiva dele no olhar. Errei ao não trancá-la no quarto. Eu queria ela longe deles, eu queria minhas filhas longe dali. Mas a Natália não ficava no quieta no quarto, gritei com ela, sacudi ela pelos ombros mandando ela me obedecer. Coitadinha da minha filha. Depois entendi que ela me ouvia dizer que não tinha dinheiro. O desgraçado me mandava ir buscar o dinheiro o tempo todo. Na inocência infantil dela, ela dizia: eu tenho, eu tenho... (ela se referia a mesada que ela vem guardando para comprar um jogo)

Medo do marido perder o controle. Medo do marido reagir.

Pensa. Pensa Andrea.
Nunca pensei tão rápido. Nunca medi tanto as palavras. Nunca tive tanto medo. Medo de perder quem eu amo. Medo de ter meu marido assassinado na frente das nossas filhas. Medo de ver minhas filhas machucadas. Medo de ver a Lucia levar um tiro dentro da minha casa, pensei na filha dela sozinha e sem mãe.
Não sei de onde me vieram todas palavras. Me ofereci para ajudar a carregar as coisas. Fui oferecendo tudo que nós tinhamos para eles.
Eles queriam dinheiro. Não temos dinheiro. Eles queriam as nossas coisas, aquelas que levamos uma vida toda para poder comprar, mas eles também queriam dinheiro. Dinheiro. Dinheiro. Dinheiro.

Fui colocando todas as coisas que achava em cima da mesa da sala. Eu dizia para ele levar tudo, que ele podia levar tudo e ir embora. Só queria ele feliz e satisfeito longe de nós. Muito longe das pessoas que eu amo.
Não, não era o dinheiro da carteira que ele queria. A carteira que estava em cima da mesa, eles nem abriram, não era aquele trocado da padaria. Eles queriam o dinheiro "guardado". Eles queriam o dinheiro que não temos.

Moço nós não temos dinheiro, mas temos isso, e aquilo e mais aquilo outro. Nós não somos ricos moço, o que temos está aqui. Pode levar o que tu quiser, mas por favor não machuca ninguém.

Vai trazendo dona. Vai colocando tudo aí.
Depois da mesa da sala cheia de todas as nossas coisas, ele se sentiu satisfeito e sorriu. O comparsa dele tinha percebido que algo estava errado e fugiu. (a vizinha da frente percebeu o assalto e ligou para polícia). Mais desespero. O maldito não acreditava que o parceiro tinha feito isso. Ele tremia inteiro. Ofereço o outro carro, que nem é nosso. Ele quer que o marido vá junto. Peço, imploro. Me desespero. Meu corpo todo treme de medo. Sentia meus dentes batendo de tanto tremer.

E de repente vejo que o parceiro dele voltou para buscá-lo. Vejo nosso carro estacionado lá fora. Grito que o amigo dele voltou e em dez segundos ele tinha ido. Ele se foi. Trouxe com ele muito medo e esqueceu de levar embora junto. Deixou conosco a insegurança, o medo, a humilhação, a impotência, a revolta, a descrença e a certeza de que nunca mais as coisas serão como antes. Nunca mais seremos os mesmos.

Com que direito eles levam embora a inocência da minha filha? Ela acreditava em um mundo maravilhoso, em pessoas boas. O medo dela era de fantasmas, vampiros e de cobra. Agora ela tem medo de gente.

Acho que nunca mais vou conseguir dormir...

sábado, 6 de agosto de 2011

Do meu pai...

- filha, pode demorar, mas um dia a gente se recupera do trauma, se recupera do prejuízo financeiro, e eles nunca vão ter paz, o fim deles com certeza chega logo e de forma trágica.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Como se supera?

Então que a gente é rendido, roubado, humilhado no lugar do mundo que se sente mais seguro e ainda precisa agradecer por estar vivo?

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Essa turma ainda vai dar o que falar...

Bisa Leão e Bisa Hildegard e os bisnetos mais lindos do mundo!



Artur (5), Luca (45 dias), Luiza (6), Bisa Hildegard (78), Gabriela (10 meses), Bisa Leão (88), Andressa (10 meses), Felipe (12), Clara (4) e Natália (8)

São Leopoldo, 24 de julho de 2011.