terça-feira, 1 de setembro de 2009

Rapidinhas, ou pedreiros, você ainda vai ter um pra chamar de seu!!

- a pessoa anda de um jeito que só não perde a cabeça porque está realmente bem grudada...

* esquecimento é meu segundo nome!

- dizem que não devemos elogiar muito né, mas me parece que achei pedreiros que tem mãe e esposa em casa, os caras limpam os pés para entrar em casa, lavam os materiais quando o serviço termina, organizam e VARREM a obra e pasme, não encontrei uma bituca de cigarro que seja atirada pelo pátio!!! Deus é mais!

* tá, eu liberei meu lavabo pra eles usarem e na única vez que arrisquei entrar lá a tábua estava levantada. Sofro. Fechei a porta correndo pra não desanimar demais.

** Oremos que as coisas continuem assim.

Juro que se eu procurar bem ainda acho talheres, ossos de galinha, potinhos de margarina enterrados na minha horta. Resultado da leva de pedreiros antigos. Aqueles nunca tiveram mãe e muito menos esposa!

4 comentários:

Wlady disse...

oi Andrea!
Que bom que está com pedreiros conscientes de que obra é algo desesperador para quando os donos estão na casa.
bj e votos de que eles continuem assim

Ju disse...

Adorei essa parte da estória cunhada....rsrsrs. Pedreiros caprichosos... parece sonho!!!

Andrea Nunes disse...

wlady, Ju, por enquanto tudo perfeito, vamos ver até quando!

­»Fabi«­ disse...

Ainda não tive que lidar com pedreiro, mas ja teve eletricista que saiu sujando o apartamento com o sapato.. ô desgraça.