sábado, 22 de novembro de 2008

Cosmo e Vanda...

Esses dois aí são mais uma paixão, do mundo animal, que minha filhota tem. Cosmo e Vanda são os peixinhos que viram padrinhos mágicos de um desenho que a Natália adora. Por isso o batismo.



O que ocorre é que a Vanda aí da foto não é exatamente a Vanda original. Essa semana, eu e amado marido passamos por um perrengue. Ao acordar pela manhã, sempre, a primeira coisa que faço é dar uma espiada na Natália, e, ao fazer isso me deparei com a Vanda presa no motor de ar do aquário, imediatamente a soltei, ela ainda estava viva, mas a barriguinha dela estava muito ferida e ela mal respirava. Tentei por uns minutos fazer ela se animar, mas ela estava condenada, nem se mexia no fundo do aquário. Chamei o marido para juntos decidirmos o que fazer. Tivemos que sacrificar a Vanda. Mas como explicar isso pra uma criança de 5 anos que AMA os animais a ponto de não deixar matar uma aranha?

Pensamos um pouco e optamos por colocar outra Vanda no lugar da antiga. Não contar da morte da peixinha, nesse momento foi a solução que encontramos, mas até quando poderemos protegê-la da dor da perda????

2 comentários:

­»Fabi«­ disse...

tadinha da Vanda =(

Ana disse...

Num dia qualquer você conta, mas conta.