sábado, 8 de setembro de 2007

Irritação...

Se tem uma coisa que me irrita é gente que se acha. E parece que quanto mais me incomoda, mais elas aparecem ao meu redor.

Pela manhã o marido me conta que encontrou a senhora da limpeza do prédio quase chorando porque alguém da "administração" teria sido bem grosseiro com ela e a proibido de abrir a porta do prédio para quem chega ou sai, que esta não era sua função. Não é mesmo obrigação dela, mas quando ela por vontade própria vai fazer um favor a um senhor de mais de 70 anos com dificuldades para abrir a porta, ela está sendo gentil e educada, coisa que, infelizmente passa longe das virtudes da maioria das pessoas deste prédio, e atitudes assim devem ser admiradas e servirem de exemplo e não serem recriminadas com grosseria e prepotência.

Contando os dias pra me mudar...

Então vamos na loja dos móveis ver como anda o projeto e o orçamento dos móveis da cozinha e do nosso quarto/closet. A vendedora atenciosa, querida, educada, faz as alterações que eu sugiro, mexemos daqui e dali adequando necessidade e preço.

Ai chega o dono da loja/gerente. De cara já sai com a ladainha de o fulano de tal adquiriu tal móvel conosco, o doutor tal fechou a mobilia da casa toda conosco, o senhordonodomundo é meu cliente habitual (como se a minha aspiração social fosse ser colocada no mesmo nivereconomicosocialcolunavel destes seres abomináveis).
Já conhecia a figura, mas hoje ele se superou, quis colocar em prática todo manual de como convencer cliente otário de que ele deve deixar todo dinheiro que tem ali. E o que não tem né, porque muita gente entope a casa de coisa nova e paga em vááááárias parcelas, enriquecendo mais ainda os donos de financeiras deste País.
Sim, "porque não vendemos somente móveis, estamos te dando a possibilidade de adquirir a marca tal", "porque realizamos sonhos não apenas projetos", "eu não falo dos concorrentes, até porque não tenho concorrentes, o meu produto é o melhor", "estamos em um patamar superior", "porque existe todo um conceito por trás dos móveis".

Conceito?! Como assim cara pálida? Eu quero guardar minhas panelas!

E ele continua atirando pra todos os lados, "este preço eu só podia fazer até quinta, mas seguro pra ti hoje, vamos fechar!", "tu comentou que foi comprar um refrigerador hoje, o que espera que ele te ofereça em 10 anos? - porque eu garanto, e estou dizendo e repito EU GARANTO (me olhando nos olhos e alterando tom de voz até quase um berro - meda! ui!) que se uma porta estragar te reponho ela, mesmo que tenha saído de linha"

e a derradeira e que acabou com qualquer posibilidade de eu trocar sequer mais uma palavra com aquele homem nesta encarnação, "doutora andrea, a senhora está adquirindo **(nome da marca)**, não vai querer preço de Magazine Luiza, deixe isso pra quem não pode ter **(nome da marca)**, a senhora é uma pessoa privilegiada de poder estar aqui e não precisar estar lá"

Respondi, que sim, quero uma cozinha bonita, e de qualidade, mas estamos falando de cozinha, que serve pra guardar panelas e fazer macarrão, que vou pagar um preço justo pelos móveis que estou comprando e não me interessa todo resto, de marca ou conceito. Até mesmo porque se eu decidir ter móveis da Magazine Luiza os terei e serei bem feliz com eles, desde que eles sejam bons e sirvam para o que se propõe.

É muita futilidade neste mundo... E privilegiado é quem está lá na Magazine Luiza que está livre deste chato de galocha...

2 comentários:

FORUM DE EDUCAÇÃO INFANTIL disse...

Olá minha xará!!!fiquei feliz por você ter me encontrado!E mais feliz ainda por ver que tipo de mulher você é!As Andréias sempre na luta!Li seu blog e tenho que dizer GOSTEI MUITO!Suas opiniões são fortes, eu gosto disso, não nos deixarmos levar por estes paradigmas sociais.Um grande beijo e agora não vamos perder o contato!Eu tenho um outro blog tb que é www.forumeducacaoinfantil.blogspot.com

Marize disse...

É amiga,
O pior é que o discurso desse "profissional" atinge em cheio o desejo de muitas pessoas: status social/ter o que fulano tem. rs
Só rindo prá não chorar.
Paciência amiga.
Beijinho.