quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Santa ingenuidade Batmam!!!

Então a pessoa está dirigindo, voltando do Forum, cantando alto sabe, esquecendo que tem gente olhando.
Sinal vermelho, carros parados e o motorista do carro do lado está fazendo mimica pra mim.
Penso, fudeu o pneu do carro furou, só o que me faltava mesmo.
Faço um leve sinal com a cabeça agradecendo ao moço gentil. Ele continua fazendo mimica (será que o carro tá pegando fogo?) e me lança um olhar 43 do tipo "eu sou gostoso pode apostar".
Opa, peraí.
Como assim Bial?
Pensando bem o carro está normal.
Melhor pensar bem antes de parar pra ver, porque o "eu sou gostoso pode apostar" continua andando ao meu lado, na mesma velocidade fazendo mimica com cara de sedutor. Evito olhar, vergonha alheia sabe.
Fico prestando atenção no carro pra ter certeza que não tem nada errado, estabilidade, portas travadas o casaco jogado no banco ao lado todo para dentro do carro (sou a Rainha de deixar meus pertences pendurados pra fora).
Outro sinal fechado. O "eu sou gostoso pode apostar" ignora um espaço de dois carros e para do meu lado de novo, mais mimica, espio pelo canto dos olhos e juro que li os lábios do cara "estaciona um pouco pra gente conversar" enquanto continua com as mimicas, claro.
Sinal abre e eu dobro a esquerda sem ter dado pisca. Ui.

Eu tô velha e fora do "mercado" tem muito tempo, me diz que as pessoas não param pra conhecer gente assim no trânsito!? Não foi uma cantadinha, era desespero, foi tanta mimica que era como se meu carro estivesse pegando fogo mesmo!
Sem contar que o "eu sou gostoso pode apostar" tinha uma cara de menino que pegou o carro emprestado do pai, ou seja, eu sou quase a tia velha.

Medo do que espera a Natinha viu...

2 comentários:

Anônimo disse...

Que moral hein guria? Isso faz um bem para o ego, tu podes até nao ter dado bola na hora, mas isso levanta o astral, fala sério?

Andrea Nunes disse...

Anônimo, claro que uma cantada bem dada levanta o astral, mas o caso não foi bem assim não, a situação foi patética mesmo ;o)