segunda-feira, 10 de maio de 2010

19 anos depois...


quem diria não é... um namoro que começou no convite pra assistir Ghost. o ano era 1991.

17 e 18 anos. praticamente duas crianças que, claro se achavam adultas.

se naquele dia alguém me contasse tudo que aconteceria com a gente eu duvidaria, ou não.

eu te amei. naquele dia eu sabia que tu era tudo que eu queria pra minha vida.


e olha pra gente hoje, exatos 19 anos depois. construímos um amor, uma família, uma vida juntos.

e MUITO juntos, segundo muitos amigos. desde sempre foi assim, as crises só vinham quando estávamos por um motivo ou outro mais distantes. a gente só consegue viver grudado. estudamos juntos. temos a mesma profissão. trabalhamos juntos. nos divertimos juntos. construímos nossa família juntos. decidimos tudo juntos. e apesar de todo esse "junto" o número mais chamado na minha conta de celular é o teu, e na tua conta é o meu.


eu te amo. pra sempre. com toda força do meu coração.

obrigada meu amor por cada minuto desses 19 anos.

3 comentários:

Wlady disse...

Andrea, PARABÉNS, que a alegria, o respeito, o companheirismo, a paixão e o amor estejam sempre presentes na vida de vocês!!!!
grande bjk

Beta disse...

Que lindo! Parabéns!!!
Mas é bem assim, né...as coisas acontecem quando a gente menos espera.
BJão

Jorge Carlet disse...

Parabéns aos cunhadinhos queridos.
Pois eu fui uma testemunha ocular do nervosismo e da apreensão do Júnior ao se preparar para o primeiro encontro (o primeiro a valer, né). Tá bom assim ? ; será que não isso, ou aquilo ? Nunca havia o visto daquele jeito. Acho que no fundo ele sabia da importância do estava por acontecer.
Pois taí: vocês primeiro formaram casal na verdadeira acepção da palavra; depois veio a Nati e agora a chegada da nova filha(putz, esqueci o nome). Mas vá lá; falo da chegada da Gervásia.
De qualquer forma fica a certeza de que o que vocês construíram é para a eternidade. Lindamente eterno.
Bjo. grande prá vocês.