quinta-feira, 15 de julho de 2010

Uma Grávida Insone

Então que eu sou marinheira de segunda viagem. Eu sei que a filhota nasce e a gente não sabe o que é dormir direito por algum tempo. Passa, claro, mas nunca mais uma mãe dorme com os dois lados do cérebro desligados. Eu escuto todos barulhos que Natinha faz lá do quarto dela.

Ai o que a pessoa faz enquanto ainda não pariu a nova cria? Deveria dormir, dormir e dormir né...

Só que a pessoa vai dormir às 23 horas, acorda às 3:20 e simplesmente não dorme mais, já assisti televisão, já li, já vim pro note e nada de o sono voltar. E a função aqui em casa começa já já.

3 comentários:

Luiza disse...

e eu que nem espero o segundo(a) e perco o sono toda a noite? Cérebrozinhos funcionando a mil, deveríamos ter um botão de on/off, não acha? E o pior é ouvir o ronco do marido, bem tranquilo. Que inveja.
Mas descansa menina, que é pra Andressa ficar bem quietinha aí dentro e não sair neste frio congelante.
Lembrei de ti outro dia e até fiz pesquisinha aqui no blog: tive o azar de levar uma picada de aranha que virou uma infecção de pele. Também tive que tomar 1500 remédios e fazer repouso. Meio difícil pra quem não consegue ficar quieta, sentadinha de perna pra cima...
Cuide-se!
Beijos.

val maria; disse...

tô no mesmo barco que você. acho que não importa qual o número da viagem, sempre ficaremos insones no caminho. HAHAHA

beijos!

Tathyana disse...

Ai Andrea é assim mesmo como vc descreveu!!! E tem gente que acha que dormimos a tarde toda e not, não é assim...não durmo nem de noite e nem de dia. Essa noite foi mais sussa mas mesmo assim acordei 1x. Bjssss e quando eu acordar na madruga vou pensar que tem alguém acordada tmb: vc!!!